Ficar em casa é uma atitude cidadã, mas não basta. A sociedade deve dar uma resposta aos que mais necessitam de apoio: os trabalhadores informais e àqueles que estão no limite da informalidade. E enquanto entidade representativa de alta relevância, com quase 65 anos de atividades ininterruptas, a ADVB não hesita em criar meios para a consecução desse propósito.

Ante a gravidade da crise, a entidade se desdobra desde os primeiros dias de março. Estabeleceu uma agenda proativa, com o apoio dos associados, parceiros e instâncias governamentais.  Temos seguido, à risca, as instruções do Centro de Contingência da Covid-19, criado pelo Governo do Estado de São Paulo, alinhadas à OMS. Todos sabemos que a Economia é essencial, desde que caminhe pari passu com os esforços de preservação à Vida.

Quero ressaltar, nessa oportunidade, o papel maiúsculo desempenhado pelo nosso IRES (Instituto ADVB de Responsabilidade Socioambiental). Criado em 1996, realiza trabalho incessante de conscientização dos empresários, para que desenvolvam ações éticas, social e ambientalmente responsáveis junto à sociedade e dentro das companhias que comandam.

Sob a coordenação irrepreensível de Lívio Giosa, também nosso VP na ADVB, o IRES é o braço forte com que contamos no enfrentamento da Covid-19. Juntos, lançamos em 1º de Maio o emblemático, cirúrgico e pragmático Projeto aMEI. Constitui ações solidárias em prol do Microempreendedor Individual – MEI, focadas na captação de recursos financeiros junto à sociedade civil, via pessoas físicas e jurídicas, com doações mínimas e acessíveis de R$ 30,00 ou R$ 300,00, respectivamente.

Funciona como um Fundo de Solidariedade instalado numa plataforma, que administra doações espontâneas arrecadadas e a distribuição de valores aos MEIs assistidos pelo Projeto aMEI. São vouchers de R$ 100,00 que só podem ser trocados por produtos alimentícios e gêneros de primeira necessidade, na rede credenciada, constituída por pequenas ou micro empresas, ou MEIs. Está formada a Economia Circular Sustentável.

A base conceitual do Projeto aMEI leva em conta os postulados do MKT 5.0, preconizado por Philip Kotler. Busca atingir o lado emocional, o coração dos consumidores, de modo a convertê-los em embaixadores da marca. Apoia causas justas, demonstra responsabilidade social e ambiental corporativa. Utiliza o Marketing sensorial para atingir os 5 sentidos do consumidor. Como disse, investir no Projeto aMEI é fomentar a Economia Circular Sustentável.

Conclamo nossos associados e parceiros a participarem, além de doadores, como apoiadores ou patrocinadores. Terei imensa satisfação em atender aos interessados. Acesse www.projetoamei.com.br, doe, divulgue, compartilhe!

Aproveito a oportunidade para salientar a importância do ‘Fórum de Temas Internacionais ADVB-Skål’, que nessa edição debaterá experiências sociais vivenciadas no âmbito da América Latina e Europa, com foco na retomada da economia pós Pandemia”.

LIVE imperdível, nesta próxima quinta-feira, 7 de Maio, das 11h às 12h, transmitida com o patrocínio do Grupo R1 e apoio do WTC Events Center.

António Saraiva, presidente da Confederação Empresarial de Portugal e Daniela Otero, CEO do Skål International, com sede na Espanha, representante da entidade no Conselho de Membros Afiliados da OMT – Organização Mundial do Turismo são convidados especiais com presenças já confirmadas.

ADVB e Skål SP são instituições longevas e de peso, parceiras na realização do Prêmio Top Destinos Turísticos e que se abraçam no plano digital para contribuir com a superação dos efeitos da pandemia. Juntas, preparam as estratégias para a esperada fase do ‘novo normal’. Confira a programação.

De volta à ADVB News, recomendo a leitura do artigo “Adaptação para seguir na missão de proteger”, assinado pela MAG Seguradora, nossa parceira dileta a caminho do bicentenário e apoiadora notável. Instituição é, por natureza, dedicada aos meios de valorizar, garantir e preservar a Vida, em matéria de seguro e previdência. A pedido da ADVB, a MAG apresenta produtos especialmente dirigidos a vendedores e representantes comerciais, estes quase sempre estabelecidos como MEIs.

Reitero: fortaleçamos nossos laços, agucemos nossa percepção de que, unidos, seremos muito mais fortes. E que possamos, juntos, de maneia solidária, celebrar a superação dessa pandemia, inusitada e assustadora.

Salve a vida – com ela, tudo se reconstrói e se aprimora, na direção de um novo normal!

Aristides de La Plata Cury
  Presidente da ADVB