Os filmes “Resgate do Soldado Ryan” (1998), de Steven Spielberg; “O Desafio das Águias” (1968), de Brian G. Hutton e “O Mais Longo dos Dias” (1962), de Ken Annakin, Andrew Marton e Bernhard Wicki, são obras cinematográficas primorosas. Retratam a 2ª Guerra Mundial e o clima de expectativa para o Dia D, como ficou conhecida a invasão dos Aliados à Normandia.

Inversamente aos filmes de guerra, porque somos nós os invadidos pelo novo Coronavírus, o isolamento social constitui a trincheira na qual todos esperamos chegar o Dia D, o pico das ocorrências da Covid-19, para só depois sair de casa e comemorar a vitória.

Em defesa da vida, o exército é formado por batalhões de profissionais da saúde, médicos e enfermeiros aliados, que atuam na linha de frente dos hospitais e postos avançados de atendimento aos combalidos no combate travado contra o novo Coronavírus. Completam as tropas, trabalhadores das empresas, autarquias e órgãos públicos, responsáveis pelos serviços essenciais, que se arriscam diariamente para manter as operações em funcionamento.

A segunda força, que nos protege, busca meios de evitar o naufrágio das pessoas jurídicas, especialmente das pequenas e médias empresas, por serem elas as responsáveis pela maioria dos postos de trabalho existentes em nosso país. Atuam a economia na retaguarda, a exemplo do que fez a marinha naquele 6 de junho de 1944.

Por fim, mas nem por isso menos importante, está a força da aeronáutica, que alça voo para lançar auxílio para micro empreendedores individuais, ambulantes e uma legião de informais. Esses são os vulneráveis, necessitados de socorro urgente, a ocorrer na velocidade de seus aviões.

Cada um de nós pode estar alistado em uma dessas três frentes de combate, como trabalhador ou voluntário, dependendo de qual for a patente profissional. Mas é dever de todos, sem exceção, exercermos na plenitude a cidadania, mantendo a quarentena sem tréguas e respeitando as estratégias comandadas pelas autoridades sanitárias.

Sair antes da hora do isolamento social, sem planejamento, pode jogar por terra tudo o que, juntos, com muito sacrifício, conseguimos conquistar até o momento: a redução de internações hospitalares, consequentemente em leitos de UTI.  #FicaEmCasa

ADVB / FIPE

A partir deste link, a Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil – ADVB e a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas – FIPE, iniciam a coleta de dados da Sondagem de Confiança e Expectativa 2020.

Os resultados apurados permitirão avaliar a opinião de ocupantes de cargos de vendas e marketing, bem como de outras áreas estratégicas de empresas e organizações, com respeito à situação econômica do Brasil. Realizados a cada trimestre, desde de 2018, os relatórios que apresentaremos a você nas próximas edições, revelarão a evolução dos indicadores analisados.

Tendências

Quanto ao mercado de eventos, os indicadores disponíveis são claros. Novas tecnologias estão incorporadas de maneira irreversível ao setor. A crise que impacta globalmente a dinâmica setorial, impulsionou o uso de plataformas digitais a serviço das estratégias de comunicação e marketing. As soluções audiovisuais do Grupo R1 para eventos, retratadas em vídeo, lança mão do que há de mais qualificado para atender o mercado corporativo.

Corporações, agências organizadoras de eventos e toda a cadeia produtiva que compõe o universo de profissionais que atuam com Meeting, Incentive, Congress, Exhibition and Experience, mais Festivalizarion Digital and Tourism (MICE²+FDT), recorrem às ferramentas de videoconferência.

Robson Lisboa e Vanessa Martin, compartilham recomendações práticas no artigo “Home-office: o escritório foi pra casa. O que fazer agora?” – com as quais a MAG Seguros constrói um inspirador case de sucesso.

Juan Felipe Alves, Superintendente Comercial da Unidade São Bernardo do Campo (SP) da MAG Seguros, concede entrevista exclusiva para ADVB News sobre como manter a força de vendas motivada e capacitada para cumprir metas em pleno período da quarentena.

Período em que cabe, no próximo dia 18 de abril, celebrar estarmos juntos, cada qual na sua casa e globalmente unidos em defesa da vida. Pessoas cuidando de pessoas, nos embalos daquele que promete ser o show de maior audiência da irreversível tendência do Live Streaming. Boa leitura e até o próximo Dia D união!

Link para assistir em casa: https://www.globalcitizen.org/en/connect/togetherathome/

ONE WORLD TOGETHER AT HOME é uma iniciativa da OMS junto com a cantora e atriz Lady Gaga. Até o fechamento desta edição, o evento já havia arrecadado US$ 35 milhões.

Aristides de La Plata Cury
Presidente da ADVB