“Meu nome é Maristela Serpejante e o Porfirio veio depois com o casamento. Mas minha vida começou meio tumultuada, filha adotiva e única. Na adolescência aos 14 anos decidi tomar a vida nas mãos, meus pais queriam apenas que eu casasse e eu queria mais, queria cursar uma faculdade; então arranjei um emprego e fui a luta, entrei no curso Técnico de Eletrônica, para desconforto dos meus pais. Éramos três e depois duas meninas de uma classe de 45. Fui a primeira estagiária mulher, a primeira técnica mulher, a primeira gerente mulher e a primeira superintende mulher em empresas que trabalhei. Foi fácil, longe disso; até chegar aos cargos executivos em multinacionais, sofri com descriminação de todos os tipos. Até quando engravidei, fui sumariamente afastada da minha função com a desculpa que a gestão da área era muito pesada para mim nesse estado, como assim, não é doença. Sou tecnóloga em Processamento de Dados, Pós-Graduada em Eng. de Telecomunicações, MBA em Gestão Empresarial, certificada em vários cursos de aprimoramento pela Dom Cabral, IBMEC, ESPM e FGV. Coach, mentora, mediadora de conflitos, palestrante e consultora em projetos na área de desenvolvimento Profissional e educacional em empresas e instituições no Brasil e no Chile, pela empresa que fundei, a MS People. Sou diretora de relacionamento do núcleo de mulheres da ADVB e professora do Jovem aprendiz. Contrariando as pesquisas nunca ganhei menos que um homem que tivesse a mesma função, aprendi com eles, que você valoriza seu passe. Erro, acerto e me desafio, sei que todo dia aprendo, ensino e busco uma forma mais plena de viver, espero que alguns me amem, mas tudo bem se outros me odiarem, a vida não é 100% de tudo ou de nada, então apenas tento ser a melhor versão de mim mesma.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here