Primeiro, do que o filme trata?

O longa, lançado em janeiro de 2016, é baseado em uma história real sobre quatro investidores que perceberam que a bolha imobiliária estava prestes a explodir gerando, em seguida, a grande crise econômica de 2008, antes que os grandes bancos, a mídia e o governo pudessem prever. Um dos pontos fortes do filme é que ele consegue explicar o tema, para quem não sabe o que foi esse período, de uma forma bem didática.

“Enquanto o mundo estava festejando alguns observadores excêntricos, viram o que ninguém viu.”

A grande sacada foi a percepção que o guru de Wall Street, Michael Burry, interpretado por Christian Bale, de que uma série de empréstimos feitos para o mercado imobiliário estava em risco de inadimplência. Foi aí que Michael percebeu uma grande oportunidade de se ganhar muito dinheiro. Apostou contra o mercado, investindo 1 bilhão de dólares.

“É agora ou nunca.”

Ao saber destes investimentos, o corretor Jared Vennett (Ryan Gosling) percebe a oportunidade e passa a oferecê-la a seus clientes. Um deles é Mark Baum (Steve Carell). Paralelamente, dois iniciantes na Bolsa de Valores percebem que podem ganhar muito dinheiro ao apostar na crise imobiliária e, para tanto, pedem ajuda a um guru de Wall Street, Ben Rickert (Brad Pitt).

Agora, dando um spoiler, não tão spoiler assim, Michael, Jared, Mark e Ben, logo após a crise econômica, foram os grandes benificiários, ficando milionários. Então, se você não assistiu a esse filme ainda, pare tudo e o assista.

“Não é o que você não sabe que vai colocá-lo em apuros. É o que você tem certeza que não vai.”

Mas afinal, o que podemos aprender com filme?

Que em toda crise, há uma oportunidade. No filme, os quatro conseguem enxergar que os títulos do mercado imobiliário estão sendo vendidos de forma fraudulenta e apostam contra isso.

Devemos ter essa visão quando houver uma crise, enxergarmos as oportunidades. Achamos que em período de crise não temos opções e corremos de forma ansiosa e desesperada para as formas mais rápidas de solucionar ou neutralizar o problema, para não sofrermos com as consequências. Porém, nem sempre essas formas rápidas são as melhores.

Mas como ter essa visão e perceber uma oportunidade em uma crise? Te daremos cinco passos, dicas fundamentais para que você desenvolva essa visão, confira:

  1. Não entre em pânico.

Entrar em pânico diante de uma crise só irá te atrapalhar, como empreendedor, e seu negócio. O pânico faz com que não possamos enxergar todas as possibilidades que possuímos e uma delas é a oportunidade. O melhor a ser feito é manter a calma e estudar todas as possibilidades. Ter a visão de terceiros e especialistas também é muito importante. No filme “A Grande Aposta”, o corretor Mark Baum vai atrás de opiniões de especialistas antes de tomar uma decisão.

  1. Procure entender.

Estude, pesquise, vá atrás! Antes de qualquer decisão, procure entender o mercado, os números e se as possíveis oportunidades possuem embasamento. Saiba onde você estará pisando.  Outra grande e importante lição que o filme nos passa. A decisão dos quatro de irem contra o mercado só foi tida depois de muito estudo e investigação sobre o assunto.

  1. Desconfie do senso comum.

Nossas fontes de informação tendem a girar em torno da mesma opinião, reforçando pontos comuns e ocultando falhas graves. No filme, tudo e todos apontam para o crescimento do mercado imobiliário por anos ainda, sendo superseguro e até mesmo, zombavam quando era dito algo sobre “uma possível crise imobiliária”. Essa confiança exacerbada foi entendida por Mark Baum como “perfeita demais”.

  1. Acompanhe os números.

Quanto maior a estrutura, mais complexo se tornam os detalhes e torna-se mais difícil entender o que acontece no dia a dia da empresa. Saber quanto a empresa vende, qual o lucro real, onde estão as perdas, a produtividade de cada um dos envolvidos no processo e todos os segredos dessa organização são importantes para o equilíbrio e saúde da empresa. No filme, o modelo de organização dos títulos e investimentos havia se tornado tão confuso que ninguém mais sabia de fato o que estava sendo negociado nas transações. Não cometa esse erro.

  1. Reconheça!

“A Grande Aposta” traz grandes lições que podem ser aproveitadas nos negócios, mas mais importante delas é o de reconhecer que podemos estar errados e nos preparar para quando os enganos acontecerem. Então, reconheça! Não tenha medo de reconhecer seus erros. O erro é uma análise para entendermos onde devemos acertar futuramente.

Para te deixar mais intrigado com o filme, veja o trailer abaixo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here