ADVB 60 anos – Palestra Janaína Paschoal

ADVB 60 anos – Palestra Janaína Paschoal

Dia 08/12 a ADVB realizou café da manhã com os Conselheiros em comemoração aos 60 anos da entidade. Dra. Janaína Conceição Paschoal foi a palestrante convidada, conhecida por ter sido coautora da denúncia que levou ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, pelo Congresso Nacional.
A advogada, professora da USP e jurista falou sobre o processo legislativo no Brasil, as 10 medidas, manifestações, imprensa, impeachment e outros.

Confira:

 

Janaína Paschoal: Alerta para o perigo das idolatrias

“Não acho nada saudável sair da idolatria de Lula e cair na idolatria de Dallagnol e Moro”, afirmou a advogada Janaína Paschoal, a idealizadora do impeachment da presidente Dilma Roussef, em palestra nas comemorações dos 60 anos de ADVB – Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil, realizada em salão nobre do hotel Macksoud Plaza, em São Paulo.
A professora da Faculdade de Direito do Largo São Francisco demonstrou preocupação e até certa perplexidade com o cenário político pós-Dilma. Disse que não assinou o abaixo-assinado das 10 Medidas contra a Corrupção, pois nem todas as medidas tinham a ver com corrupção e algumas modificam profundamente o sistema processual penal brasileiro.
Ponderou que, com o impeachment, ela ganhou muita visibilidade, mas procurou não lançar mão do apoio que recebeu para exigir a aprovação dos projetos que considera importantes, como o que diz respeito ao parto anônimo.
A advogada mostrou preocupação com a desvalorização das instituições. A seu ver, os desvios devem ser coibidos, sem desmerecimento do Congresso, do Judiciário, ou das Forças Armadas.
Janaína afirmou também que percebe certa mobilização para inviabilizar o governo Temer. Acredita até mesmo numa parceria aparentemente improvável. “Existe uma união velada entre PT e PSDB”. A seu ver, o PT quer derrubar Temer ainda em 2016 e o PSDB em 2017.
A advogada – que se apresenta como alguém que nasceu “pra desagradar”- reiterou que todos os culpados devem ser punidos. Afirmou, ainda, que como torceu pelo sucesso de Dilma, torce pelo de Temer, a fim de que sejam feitas todas as reformas necessárias, sobretudo a da Previdência.
Em resumo, a advogada alertou para os perigos dos endeusamentos e que não podemos inviabilizar os debates, elegendo pessoas que sempre estão certas, ou sempre estão erradas, pois Repúblicas e Democracias não se constroem com maniqueísmos.

Créditos Release: Janaína Paschoal e Marcos Barrero.

Clique aqui para conferir  Albúm de Fotos Janaina Paschoal ADVB 60 anos