por Cristina Calligaris

Já faz algum tempo que eu ando observando o óbvio e confesso que ele tem me surpreendido. Como assim o óbvio tem surpreendido?

Explico:

Na vida sabemos, embora muitas vezes queiramos negar, obviamente, que a única certeza é a mudança.

Crise nos tira da zona de conforto e isso também é óbvio: seja uma crise pessoal ou uma crise econômica-política.

De fato, na crise mudamos ou as circunstâncias acabam nos fazendo mudar. Eventualmente, ambos.

A crise que nos tira da zona de conforto nos faz perceber o quão vulnerável somos a todo momento. Na verdade, a sensação de controle que temos das situações é efêmera, como o poder também.

Cada vez que eu passo uma crise ou observo alguém passando percebo e reconheço a fragilidade dos sistemas e da humanidade e isso é tão óbvio que é estranho estar escrevendo algo que na verdade está debaixo dos nossos olhos a todo instante.

O poder e o controle que o ser humano pensa exercer sobre si mesmo e sobre as coisas não existe ou melhor existe de forma tão etérea que poderíamos ilustrar como uma fumaça que aparece e logo desaparece.

Da mesma forma as crises aparecem e desaparecem como fumaça. São circunstâncias que acontecem nos permitindo mudar uma situação seja no trabalho, o nosso comportamento, algo em casa, mudar nossa percepção sobre o governo ou em qualquer outra relação humana.

Toda essa história pode acrescentar muito quando pensamos em liderança.

Na condição de líderes e liderados olhamos para as novas situações e nos aprofundamos um pouco mais em assuntos que na verdade conhecíamos de forma rasa. Parece chavão, mas de fato as crises nos levam a oportunidades.

A cada crise descemos ou nos aprofundamos no conhecimento de uma situação, aprendemos sobre novo assunto, redescobrimos sentimentos, mudamos relacionamentos e é desta forma vamos crescendo e aprendendo mais sobre nós mesmos, sobre as situações e como lidar com elas.

A crise e a vida têm algo muito em comum, ambas são como a fumaça que surge, duram por um pequeno espaço de tempo e logo desaparecem deixando seu efeito.

Ambas passam por mim e por você com formas e intensidades diferentes, mas nos transformam.

A fumaça, a crise e a vida passam: é tão óbvio!

Cristina Calligaris é VP da ADVB Mulher, Master Coach, Administradora de Empresas, pós-graduada em Marketing Estratégico e Mestre em Administração com ênfase em Liderança.   cris.calligaris@gmail.com